Montezemolo: "Chega de GPs chatos e polêmicos"

Presidente da Ferrari e da Fota (Associação das Equipes de F-1), Luca di Montezemolo acredita que a redução de público nas corridas deste ano é um ponto que precisa ser trabalhado pelo grupo dos times.

A associação deve realizar no fim desta temporada um seminário, que deve resultar em mudanças para tornar a categoria mais atrativa aos espectadores que costumam ir aos autódromos ao redor do mundo.

"A redução de espectadores, em Monza [que, segundo reportagens, teve 16% a menos de público em relação a 2008] também, indica a necessidade de uma mudança. Chega de corridas chatas e polêmicas", disse Montezemolo no Salão de Frankfurt.

"No fim do ano, vamos ter um dia com imprensa, organizadores e patrocinadores, em busca de um caminho para tornar este esporte extraordinário mais interessante", continuou o italiano, que tem uma experiência considerável com o esporte _participou, por exemplo, da organização da Copa do Mundo de 1990, da Itália.

A possibilidade de três carros por equipe também voltou a ser discutida: "O efeito Schumacher em Valência mostra como equipes e pilotos de ponta atraem pessoas. O futuro da F-1 não pode ser em cima de equipes pequenas, que não entusiasmam."

O atual formato de testes foi criticado por Montezemolo: "Precisamos pensar nisso. Somos o único esporte que não faz isso. Vejo diversas possibilidades sem precisarmos de polêmicas. Espero que todos concordem com a posição da Ferrari, que sempre esteve na F-1."

Por fim, Montezemolo confirmou que a Ferrari já está trabalhando em 2010: "Vamos tentar terminar o ano bem, mesmo com nossos limites bem claros, e estamos trabalhando para 2010. Estou feliz em ver que [Felipe] Massa está pronto psicologicamente. Já aposto que ele será rápido."

Kimi Brasil 2015. Tecnologia do Blogger.