Chefe da Ferrari não se preocupa com liderança

A reação de Lewis Hamilton na temporada 2008 da Fórmula 1 não preocupa a Ferrari. Neste domingo, o piloto inglês venceu o Grande Prêmio de Mônaco e contou com os erros de Kimi Raikkonen para assumir a liderança do Mundial de Pilotos. Entretanto, o panorama fica longe de fazer o chefe da escuderia italiana, Stefano Domenicali, ligar o sinal de alerta.
Com a vitória em Monte Carlo, Hamilton alcançou os 38 pontos na classificação geral, três à frente de Raikkonen, nono colocado da prova. Um tento atrás do finlandês aparece o brasileiro Felipe Massa, que largou na pole position e subiu ao pódio na terceira posição.
Analisando o Mundial deste ano, Domenicali prefere ressaltar o domínio da Ferrari entre os construtores, em que tem 69 pontos, contra 53 da McLaren e 52 da BMW.
"Conquistamos quatro vitórias e outras tantas pole positions em seis corridas. Estamos firmes na ponta da classificação de construtores e Kimi e Felipe estão em plena luta pela liderança entre os pilotos", declarou.
Desse modo, o chefe se mostra satisfeito pelo desempenho mostrado nas ruas do Principado, onde sua escuderia não vence uma prova desde 2001. "Em Monte Carlo mostramos que somos competitivos sobre um traçado que tradicionalmente não nos é favorável".
Agora, o foco de Domenicali passa a ser o Grande Prêmio do Canadá, marcado para 8 de junho. "Devemos nos preparar ao melhor nível para Montreal, onde no ano passado tivemos dificuldades", concluiu, ressaltando as dificuldades encontradas pela Ferrari nesse circuito em 2007, quando o melhor resultado da equipe foi o quinto lugar de Raikkonen.
Gazeta Press

Kimi Brasil 2015. Tecnologia do Blogger.